Gueuze

 

    A Gueuze, com frequência grafada como Geuze, é o membro mais conhecido da família Lambic. É tradicionalmente produzida pela mistura de Lambics novas (1 ano) e antigas (2 e 3 anos), retiradas de vários barris diferentes no processo de fabrico, e que são engarrafadas para uma segunda fermentação e por mais maturação. Uma Lambic jovem contém açúcares fermentáveis, enquanto uma Lambic velha tem o característico  de gosto "selvagem" do vale do rio Senne. Portanto, a refermentação dos açúcares residuais das jovens, com o levedo das velhas, dão a carbonatação. Uma “Gueuze” é usualmente uma mistura de cervejas tradicionais com cervejas Lambic. A Gueuze tradicional é feita apenas com cervejas Lambic jovens e envelhecidas, podendo declarar-se como “Oude Gueuze”. Usa lúpulos envelhecidos por 3 anos apenas para protegê-la de oxidação, mas sem aportar amargor à cerveja. Uma Lambic é servida sem carbonatação, enquanto a Gueuze é servida efervescente.

Características

    Geralmente, as Lambic-Gueuze são ácidas, azedas, secas e frutadas, algumas assemelhadas ao champagne. Inclusive, tradicionalmente são servidas em garrafas ao estilo champagne. Os melhores exemplares são as cervejas mais complexas do mundo. Elas podem ser estocadas por dezenas de anos.

    Exemplos comerciais: Boon Oude Gueuze, Boon Oude Gueuze Mariage Parfait, De Cam Gueuze, De Cam/Drie Fonteinen Millennium Gueuze, Drie Fonteinen Oud Gueuze, Drie Fonteinen Oud Gueuze Golden Blend, Cantillon Gueuze, Hanssens Gueuze, Lindemans Gueuze Cuvée René, Girardin Gueuze (Black Label), Mort Subite (Unfiltered) Gueuze, Oud Beersel Oude Gueuze.

    Parâmetros Básicos: 5-8% álcool em vol.; IBU=até 10 (sem flavor de lúpulo); SRM=3-7 (cor dourada).