Queijo Prato

 

Geral

  • História

        O queijo Prato surgiu nos anos 1920, desenvolvido por imigrantes dinamarqueses estabelecidos inicialmente em Valença, no estado do Rio de Janeiro, e posteriormente na região serrana de Aiuruoca, no Sul de Minas.

        O seu criador foi o queijeiro dinamarquês Thovard Nielsen, auxiliado pelo compatriota Axel Thosing Sorensen, que inspirou-se no Fynbo dinamarquês, que por sua vez tinha sido espelhado no Gouda holandês, tanto assim, que até 1952 chamava-se Danish Gouda opstukken. Na origem era um cilindro baixo com um diâmetro de 50 cm e 6 kg de peso, aqui sendo adaptado as condições e ao leite local.

        Posteriormente, surgiram vários exemplares desta família de queijos, nada tendo a ver com o modelo original. O mais próximo deste é o Prato Cobocó, por ser cilíndrico, mas com dimensões bem mais reduzidas, inferiores à 1 kg.

        O mais consumido deles, o Prato Lanche, surgido nos anos 1960, é fabricado em escala industrial em formato de paralelepípedo, pesando de 500 g até 3,5 kg. É o menos conceituado deles, bastante usado em sanduíches,

    O melhor exemplar desta família, o Prato Esférico ou Bola, foi desenvolvido posteriormente, na segunda metade da década de 1920, por outro dinamarquês, Lief Kai Godtfredsen. Ele foi baseado no Molbo dinamarquês, também derivado de um queijo holandês, sendo inclusive denominado, até 1952, de Danish Edam.

     

      
 
  • Origem do Nome

        No início, era grande, arredondado e achatado. Seu nome original, Fynbo, encontrou muita dificuldade para afirmar-se junto ao público. O nome pelo qual ele passou a ser chamado foi atribuído por um fiscal do Ministério da Agricultura, que o descreveu, num auto de fiscalização, como sendo um queijo no formato de um "prato".

Regiões Produtoras

            Minas Gerais

Inicialmente, era fabricado apenas no município de Aiuruoca (989 metros de altitude), na microrregião do IBGE de Andrelândia. Posteriormente, passou também a ser elaborado em outros municípios da Serra da Mantiqueira, pertencentes às microrregiões vizinhas: Andrelândia e Campo das Vertentes. Nessas regiões a altura garante sempre um clima fresco à noite no verão e um frio intenso no período do inverno, sendo ótima para a produção de queijo fino.

A região original de produção deste queijo está situada nas encostas da serra da Mantiqueira, centrada nos seguintes municípios mineiros:

- Aiuruoca, Cruzília, Minduri, São Vicente de Minas, Seritinga e Serranos, na microrregião MR-55 de Andrelândia, na mesorregião MES-10 Sul/Sudeste de Minas;

- Lavras, na microrregião MR-57 de Lavras, na mesorregião MES-11 Campos das Vertentes.

 

            Outros Estados

Atualmente, o queijo prato é fabricado em diversos estados, a maioria situada no Sudeste do país.