Opiniões sobre

                                                                                  

 

 

“O Amarante é o meu sonho de consumo.”

 Saul Galvão, saudoso e genial jornalista gastronômico, no seu programa semanal na Rádio Eldorado, em 07/08/07.

 

"O chamado Grupo Amarante, é uma homenagem mais do que justa a um dos meus grandes amigos, apreciador exigente, esclarecido e, principalmente, honesto, fiel às suas convicções. O seu livro, Os Segredos do Vinho, merece ser lido e consultado com toda atenção"

Saul Galvão, nos agradecimentos do seu livro “Tintos e Brancos”, em 2006.

 

Quem entende de vinho no Brasil?

“Duas pessoas: o Manoel Beato e o José Osvaldo Albano do Amarante. São os melhores degustadores do Brasil.”

Jacques Trefois, consultor do caderno Paladar do OESP e um dos maiores gastrônomos do país, na revista diVino de Out-Nov 2009.

 

 

 

“Dear Mistral team, coming back to Austria I would like to thank very much to José Osvaldo do Amarante who made an excellent presentation possible and who impressed me with deep knowledge.”

Willi Bründlmayer, enólogo da vinícola austríaca Weingut Bründlmayer, em e-mail de 26/07/04.

 

“O lendário José Osvaldo do Amarante, acha o número de 110 rótulos um pouco exagerado. Ele ficaria com uma boa vintena de grandes vinhos brasileiros.”

Celso Arnaldo Araújo, brilhante jornalista da velha guarda, na revista Go Where Gastronomia de Ago-Set 2009.

 

“A mais antiga confraria enofilica em atividade no Brasil é justamente a de José Osvaldo do Amarante -- hoje uma grife no mundo dos vinhos.”

Celso Arnaldo Araújo, na revista Go Where Vinhos de Agosto 2008.

 

 “Este homen bebeu 20 mil vinhos, nos últimos 25 anos e os tem registrado num palmtop.”

Celso Arnaldo Araújo, na revista Go Where Gastronomia em Dezembro 2005.

 

"O livro, Os Segredos do Vinho, é do fenomenal amigo e professor José Osvaldo Albano do Amarante. O Amarante é um dos maiores conhecedores de vinhos do Brasil. Acho que é o nosso Hugh Johnson brasileiro, sem dúvida."

Alexandra Corvo, na rádio Band News FM em 13/06/11.

 

“A Confraria do Amarante é a mãe de todas as confrarias que surgiram de lá para cá.”

Roberto Gerosa, excelente jornalista diretor da IG, no Blog do Vinho de 29/07/09.

 

“José Osvaldo Albano do Amarante, enciclopédia sobre o mundo do vinho, fundou a primeira confraria brasileira de degustação de vinhos às cegas. Todos os meses eles se encontram em algum restaurante, carregando maletas 007 com taças.”

Fábio Farah, culto jornalista, na revista Isto É Gente de 15/08/05.

 

 “A Confraria do Amarante celebrou os 25 anos com um memorável jantar no Fasano. Foi seguramente o primeiro grupo particular de São Paulo, e talvez do Brasil, a provar vinhos às cegas, com fichas técnicas.”

José Maria Santana, experiente jornalista, na revista Gula de Março 2008.

 

“Grupo do Amarante faz 25 anos. Atualmente, devem existir no Brasil centenas de grupos informais que se reúnem periodicamente para degustar vinhos. Mas, quando o enófilo José Osvaldo Albano do Amarante criou o pioneiro desses grupos, no dia 21 de fevereiro de 1983, pouca gente sabia o que eram essas confrarias. Amarante é um dos maiores estudiosos do Brasil. Autor do primeiro livro dedicado aos vinhos brasileiros (Vinhos do Brasil, de 1982) ele escreveu também um dos mais completos livros sobre o assunto publicado no Brasil: Os Segredos do Vinho.”

Notícias do Vinho, na revista Wine Style nº 16 de 2008.

 

 “O Amarante é uma enciclopédia ambulante.”

Clóvis Siqueira, ex-restauranteur e professor de vinho do SENAC, oralmente em diversas reuniões da Confraria do Amarante.

 

“Tive como primeiros livros o Vinhos do Mundo do Amarante, o Atlas de Vinho de Hugh Johnson e o Prazeres da Mesa do Saul.”

Luiz Horta, novo e promissor jornalista gastronômico do caderno Paladar, no seu Blog do OESP, em 09/09/09.

 

 “A curiosa anedota foi contada pelo super competente, profundo conhecedor de vinhos e queridíssimo José Osvaldo do Amarante. Ele gentilmente aceitou o convite da Confraria de Sommeliers de São Paulo para explicar melhor os vinhos de Jerez.”

Alexandra Corvo, conhecida sommelière, no seu site www.alexandracorvo.com.br, em 11/04/06.

 

“Caro Amarante, já sabia do seu conhecimento sobre vinhos, particularmente de outras regiões, mas fiquei mesmo impressionado com o nível e detalhe do seu conhecimento sobre os vinhos, uvas e regiões de Portugal.”

Tiago Soares, responsável de vinho do Instituto de Comércio Exterior de Portugal - ICEP, em e-mail de 27/07/04. 

 

 

"Personalidade do Vinho de 2015 para José Osvaldo Albano do Amarante, uma das figuras principais na consolidação da imagem do vinho no Brasil - escritor e criador do Grupo do Amarante (a primeira confraria a levar o fermentado a sério no país)"

Revista Prazeres da Mesa, em maio de 2015