Gim

 

        O gim (ou gin) pertence à família das bebidas alcoólicas destiladas e retificadas. Essa família é composta por duas subfamílias: uma não empregando componentes aromatizantes (vodca e aquavit). O gim, ao contrário da vodca que é neutra, tem o seu estágio de redestilação realizado na presença de bagos de zimbro (Juniperus communis)  e de outras componentes botânicos aromáticos (botanicals). Os outros membros dessa segunda subfamília são: a genebra (genever, jenever ou genièvre), oriunda da Holanda, Bélgica, Nordeste da França e Noroeste da Alemanha; e o steinhaeger (ou steinhäger) alemão.

   

                                                       (Bobby Gin Bar, em Barcelona)

 

História

        O gim foi originalmente produzido, no início do século XVII, na Holanda. Se bem que há contestações, alegando ter ele sido elaborado antes disso na Itália. Pois, foram monges medievais italianos que descobriram o valor medicinal do zimbro. Esta planta crescia selvagem nas colinas da Itália, sendo que os bagos de zimbro silvestres da Toscana continuam a ser considerados, até hoje, os melhores do mundo.

        Foi o alemão Franciscus Sylvius de la Boë, conhecido como Dr. Sylvius, o médico e professor de medicina da Universidade de Leiden, que pela primeira vez produziu esta bebida. Na Holanda ele era produzido como medicamento e vendido para tratar de dores de estômago, gôta, artrite e cálculo biliar.

        Posteriormente, tropas britânicas lutando na Holanda, durante a Guerra dos Trinta Anos (1618-1648), levaram esse elixir de volta para casa. Por esse motivo, o Reino Unido e, particularmente a Inglaterra, é considerado, hoje, a pátria do gim.

        A moderna industria de destilação de gim no Reino Unido iniciou-se nos séculos XVIII e XIX, graças às famílias Gordon, Burrough (antiga dona do Beefeater), Tanqueray, Gilbey e outras. Em 1944, os seus descendentes fundaram a Gin Rectifiers and Distillers Association (GRDA), que tinha nos seus registros atas de reunião entre as famílias datando da década de 1840. Em 1991, houve a fusão entre a GRDA e a associação de vodca, resultando na atual Gin & Vodka Association (GVA).

 

Estatísticas

Produção no Reino Unido

        Em 2014, existiam 202 destilarias registradas no Reino Unido. Sendo 134 na Escócia, 61 na Inglaterra, 6 no País de Gales e 1 na Irlanda do Norte. Essa grande concentração de destilarias deve-se ao fato das grandes empresas do setor terem optado por consolidar, na Escócia, as indústrias do uísque escocês, do gim e da vodca, obtendo uma maior economia de escala.

        A Diageo é o segundo maior produtor mundial de gim e proprietário das marcas Tanqueray, Gordons e Gilbeys. Os seus gins premium são destilados em Cameron Bridge, na Escócia. Ela também possui fábricas espalhadas pelo mundo.

        A multinacional Pernod Ricard é o terceiro maior produtor de gim do mundo, possuindo a marca Beefeater, destilada em Kennington, em Londres. É também dona das marcas Seagram's nos EUA e Cork Dry na Irlanda.

        Outra grande é a G&J Greenalls, que destila suas marcas próprias em Warrington, em Cheshire, bem como elabora gins para diversas outras firmas.

 

Mercado interno

        Em 2014, segundo o International Wine & Spirit Research (IWSR), as vendas de destilados no Reino Unido tiveram esse perfil: vodca (30,3%), flavoured spirits (19,6%), uísque escocês (18,8%, sendo que em 2005, estava em primeiro lugar), gim (9,4%), rum (9,3%), brandy (5,8%), uísque norte-americano (5,1%), uísque irlandês (1,0%) e tequila (0,7%). Só o volume vendido de gim atingiu 2,975 milhões de caixas de 9 litros, isto é, com garrafas de 750 ml.

 

Mercado externo

            Em 2013, segundo o International Wine & Spirit Research (IWSR), foram exportados do Reino Unido 139 milhões de garrafas de gim de 750 ml. Esse volume representa cerca de 70% de toda a produção britânica, configurando o Reino Unido como o maior exportador mundial de gim, distribuídos em 139 países de todos os continentes.

            Nesse mesmo ano, segundo a Gin & Vodka Association (GVA), as exportações britânicas em volume seguiram para: Estados Unidos (44%), Espanha (21%), Alemanha (9%), Canadá (6%), França (3%), Itália (3%), Japão (3%), outros.

        As Filipinas são o maior mercado do mundo de gim, com 43,5% da participação global, sendo 98% produzido no próprio país. A firma local San Miguel domina amplamente este mercado.

        Os Estados Unidos representam o segundo maior mercado mundial de gim, sendo que um grande volume de rótulos britânicos é produzido neste país. A marca best-seller é a Seagram’s nativa, pertencente à Pernod Ricard.

        A Espanha tem o maior mercado consumidor de gim da União Europeia e o terceiro maior mercado mundial de gim.

 

Fontes:

The Bartender's Bible - Difford's Guide, Simon Difford, 2013, ed. Firefly Books

GVA - Gin & Vodka Association, www.ginvodka.org

IBA - International Bartenders Association, www.iba-world.com

IWSC - International Wine& Spirit Competition, www.iwsc.net

IWSR - International Wine & Spirit Research, www.iwsr.co.uk

WSTA - Wine & Spirit Trade Association, www.wsta.co.uk

Drinks International, www.drinksint.com

El Gran Libro del Gin Tonic, 2013, ed. Axel Springer

Gin Foundry, www.ginfoundry.com

The Gin Guild, www.theginguild.com

The Spirits Business, www.thespiritsbusiness.com