Importações brasileiras de vinhos em 2011

08/02/2012 00:00

 

Baseado no DECEX (orgão do Ministério do Desenvolvimento,

Indústria e Comércio Exterior), a UVIBRA – União Brasileira de

Vitivinicultura elaborou dois quadros, retratando a importação

brasileira de vinhos e de espumantes, em 2011. À seguir,

apresento uma tabela unificada de vinhos e espumantes, mostrando

os volumes importados, por país, no referido ano:

 

País                                       Volume (mil litros)         %

1º Chile                                    26.709,5                        34,4

2º Argentina                             17.671,0                        22,8

3º Itália                                    13.163,4                        17,0

4º Portugal                                 8.610,1                        11,1

5º França                                    5.132,0                         6,6

6º Espanha                                 2.831,6                         3,6

7º Uruguai                                   1.264,4                        1,6

8º Austrália                                    824,4                         1,1

9º África do Sul                              528,2                         0,7

10º Estados Unidos                         374,4                        0,5

11º Alemanha                                 198,8                         0,3

12º Grécia                                       82,2                          0,1

Outros                                           239,2                         0,3

Total                                         77.629,3

 

Como por ser visto, 57,2% do volume importado originou-se do Chile e da Argentina. Itália, Portugal e França vem se mantendo nas posições subseqüentes, há vários anos. Já a Espanha vem aumentando a sua participação, pois em 1999 era apenas a nona colocada e atualmente a sexta. Houve um incremento no volume total de 3,1% em relação a 2010 e de 31,3% em relação a 2009, cujas entradas montaram a 75.324,1 e 59.125,8 mil litros, respectivamente. Considerando que a produção nacional de vinhos finos (de uvas Vitis vinifera) e espumantes foi de apenas 32.709,7 mil litros (29,6%) e o importado de 77.629,3 mil litros (70,4%), o total geral de vinhos finos e espumantes disponíveis para comercialização, em 2011, foi de 110.339,0 mil litros.