Degustação de Barolo/Barbaresco

26/07/2016 00:00

 

Sabidamente, os tintos piemonteses da casta Nebbiolo estão entre os grandes tintos italianos. Assim sendo, a degustação às cegas da Confraria do Amarante de Julho de 2016, versou sobre vinhos desta nobre variedade. Foram 8 exemplares, sendo que um deles já estava muito cansado, o Barolo Bussia 2000 da Prunotto. A colocação dos caldos, segundo os confrades e as minhas respectivas notas, foram as seguintes:

 

Vinhos                                                                                Notas JOA

1º Barolo Monfortino Riserva 2000 (Giacomo Conterno)            95

2º Barolo Brunate 2001 (Roberto Voerzio)                               93,5

3º Barbaresco Gallina 1998 (La Spinetta)                               94

4º Barbaresco Valeirano 2001 (La Spinetta)                            93,5

5º Barbaresco 1997 (Gaja)                                                    92,5

6º Barolo Dagromis 2009 (Gaja)                                            91

7º Barolo 1990 (Marchesi di Barolo)                                       89

 

Comentários: Os quatro primeiros colocados tiveram notas muito próximas, denotando o alto nível da degustação. O Barolo Monfortino se destacou por sua imensa elegância e classe. O único produto que ficou num nível abaixo do painel foi o Barolo do Marchesi di Barolo.