Degustação de Barbera

17/10/2016 00:00

 

O Ibrahim Zouein, como faz frequentemente, convidou um grupo de amigos para uma degustação especial de Barbera piemonteses, no Nino. O painel contemplou 8 tintos, sendo 6 Barbera d'Alba e 2 Barbera d'Asti. O resultado da prova e as minhas respectivas notas foram as seguintes:

 

Vinhos                                                                       Notas JOA

1º Barbera d'Alba La Cresta 2005

     (Rocche dei Manzoni) - com 3 votos de 1º             92

2º Barbera d'Alba Vinetti Ceretto 2011

      - com 5 votos de 1º                                            93

3º Barbera d'Alba 2009 (Tenuta Rocca)                       91

4º Barbera d'Asti Nizza Superiore

     (Olina Bauda)                                                      89,5

5º Barbera d'Asti Nizza La Court 2006

     (Michele Chiarlo) - mostrou "brett"                         87

6º Barbera d'Alba 2010 (Bruno Giacosa)                     90

6º Barbera d'Alba Fides 2012 (Pio Cesare)                  88,5

8º Barbera d'Alba Scarrone Vigna Vecchia

      2009 (Vietti)                                                       89

 

Comentários: Essa prova demonstrou mais uma vez que os Barbera são vinhos muito gostosos e bons amigos de uma refeição. Os três primeiros colocados, tando do grupo quanto meu, se destacaram em relação aos demais. O Barbera d'Asti Nizza La Court apresentou "brett", isto é, presença de Brettanomyces, um fungo que transmite ao vinho aroma e sabor de estábulo. Alguns gostaram, outros não (sendo meu caso). A grande surpresa da prova foi a performance negativa do Barbera d'Alba Scarrone Vigna Vecchia, que já venceu inúmeras degustações às cegas que participei. Com as sobremesas, sorvemos um ótimo Château d'Yquem, gentilmente oferecido pelo amigo Nelson Peixoto.