Degustação de Barbera

13/03/2012 00:00

 

Uma das grandes castas escuras italianas é a Barbera, a mais plantada do Piemonte e a 3ª do país. Antigamente, era um vinho sem maiores atrativos. Hoje, os Barbera “Barricattos” estão entre os melhores tintos do país. O carvalho novo aportou a tanicidade faltante, a fermentação malolática moderou a sua alta acidez e baixos rendimentos trouxe concentração. Em Março de 2012, ela foi o tema da Confraria Sofisa, que provou às cegas estes 7 exemplares:

 

Vinhos                                                                            JOA

1º Barbera d’Alba Gallina 2008, La Spinetta                         94,5

2º Barbera d’Alba Scarrone Vigna Vecchia 2009, Vietti         93

3º Barbera d’Alba Scarrone 2008, Vietti                               92,5

4º Barbera d’Asti Pomorosso 2007, Coppo                           92

5º Barbera d’Alba 2007, Elio Altare                                      90,5

6º Barbera d’Asti Camp du Rouss 2008, Coppo                    90

7º Barbera d’Alba 2009, Luciano Sandorne                           89

 

Comentários: O Barbera d’Alba Gallina 2008, do La Spinetta foi o campeão de quase todos os confrades. Este vinho mostrou um excelente e poderoso aroma. Com uma boca muito equilibrada e com uma fantástica acidez frutada. O retrogosto estava muito longo e prazeroso. Além disto, em diversas degustações às cegas de vinhos Barbera, em que participei, os quatro vinhos melhor colocados quase sempre ficaram nas primeiras posições. O motivo de todo este destaque, deve-se ao fato dos La Spinetta, Vietti e Coppo serem mestres na arte de produzirem Barbera de primeiríssima linha. Se você quiser experimentar um vinho desta deliciosa cepa, sugiro iniciar pelo nosso vinho do mês de Maio/2011: www.amarante-vinhos.com/news/camp-du-rouss-2006/