Morada Nova

 

 

Finalidade: carne e pele

Distribuição: América do Sul

Origem: a origem desta raça permanece incerta até os dias atuais. Em 1937, o professor e zootecnista Otávio Domingues, visitando o município de Morada Nova (daí o seu nome), no estado do Ceará, registrou a presença de ovinos deslanados de pelagem vermelha. Nos anos subsequentes foi observada também, a presença, dentre outros, nos municípios cearenses de Crateús, Quixadá, Quixeramobim, Sobral e Tauá e outras cidades do interior cearense, e também no estado do Piauí. Em seus estudos e pesquisa, Otávio Domingues analisa as possíveis explicações para a formação desta raça, destacando principalmente os fatores originados por mutação; por regressão a uma forma antepassada de carneiros sem lã; e também por recombinação dos fatores mendelianos, motivada pela mestiçagem. Também analisa e conclui a hipótese do “Deslanado de Morada Nova” descender do carneiro Bordaleiro, que foi trazido de Portugal para o Brasil, na época do povoamento dos sertões, onde sofreu um processo de adaptação, por variação e seleção natural. Desta forma, é muito provável que esta raça tenha contribuições tanto de carneiros ibéricos quanto africanos, tendo seus descendentes sofrido a ação seletiva das forças da natureza. Atualmente, ela é uma das principais raças nativas de ovinos deslanados do Nordeste do Brasil. No entanto, o cruzamento indiscriminado com animais de raças exóticas tem posto em risco a existência e a preservação deste importante genótipo. Observa-se uma redução no número de produtores interessados em criar essa raça.

Descrição: são animais rústicos e bem adaptados às condições edafoclimáticas da zona semi-árida da região Nordeste. São deslanados, mochos (sem chifres), de pelagem vermelha sendo a cor branca também aceita. Os machos adultos pesam de 40 kg a 60 kg e as fêmeas adultas de 30 kg a 50 kg. Muito fértil e prolífera. Produção de carne e pele, sendo a pele de excelente qualidade. Em comparação com outras raças especializadas em carne, apresenta baixo ganho de peso e baixa qualidade de carcaça.