Hampshire Down

 

 

Finalidade: carne

Distribuição: Mundo

Origem: A raça Hampshire Down teve como berço os condados de Wiltshire, Hampshire e Dorset, no sul da Inglaterra. Os Wiltshire Horn eram grandes, com cara e patas sem lã e com chifres recurvados para trás, e os Berkshire Knots possuiam a cara e as patas negras. Ambas apresentavam animais de corpo estreito, com pernas longas, prolíferos, rústicos mas com pouca cobertura muscular. Procurando melhorar a aptidão carniceira destes ovinos, os criadores iniciaram os cruzamentos com a raça Southdown, que foi introduzida nos rebanhos Wiltshire e Berkshire, no início do século XIX. Em 1889 foi criada na Inglaterra a Associação dos Criadores de Ovinos Hampshire Down, e, em 1890, editou-se o primeiro Livro de Registro Genealógico do Hampshire Down. Somente no início do século passado, é que ela chegou ao estado do Rio Grande do Sul, importados da Argentina. Verifica-se, atualmente, significativo aumento na comercialização e no valor destes animais em nosso país.

Descrição: a cara, as orelhas e todas as demais partes da cabeça que não forem cobertas de lã devem apresentar pêlos escuros aproximando-se do preto. É uma raça ovino de grande tamanho, conformação harmoniosa e constituição robusta, compacto e musculoso, evidenciando a sua especialização como produtor de carne. Apresenta boa fertilidade, sendo bastante precoce: quando bem alimentados, seus cordeiros atingem 35 kg de peso vivo aos 3-4 meses, com peso de carcaça de 14 a 18 kg. Sua carcaça possui boa qualidade. Considerada, por alguns, a carne ovina mais macia e saborosa. Por isso, é considerada uma ótima raça para machos reprodutores em cruzamento com matrizes, visando produzir ovinos de corte.