Corriedale

 

 

Finalidade: duplo-propósito (lã e carne)

Distribuição: Mundo

Origem: Em 1879, o ovinocultor James Little, em seu estabelecimento denominado "Corriedale", na Nova Zelândia, iniciou cruzamentos entre ovelhas puras Merinas e carneiros puros Lincoln. Na produção assim obtida ele fez uma rigorosa seleção, apartando somente os animais cujos caracteres correspondiam plenamente a um ovino de dupla aptidão, num equilíbrio de 50% carne e 50% lã. Através de consanguinidade e seleção fixou o tipo zootécnico e racial que havia programado. Admite-se que o atual Corriedale, além de Merino e Lincoln, possue pequeníssima percentagem de sangue Leicester e Border Leicester. O Corriedale foi oficialmente reconhecido como raça pura, em 1911, quando foi criado o seu Flock Book pela "The Corriedale Sheep Society".  Atualmente, é a raça mais difundida no Rio Grande do Sul.

Descrição: tem ótima conformação, própria para a produção de carne e lã. Os seus cordeiros produzem carnes de boa qualidade e lãs de valor.