Mandioca

  

Classificação Científica

 

Ordem: Malpighiales

Família: Euphorbiaceae (eufórbio ou spurge)

Gênero: Manihot

Espécies: M. esculenta (mandioca, apim, macaxeira ou cassava, manioc)

               + 10 outras

 

Sinônimos: cassava, manioc (us), manioc (fr), mandioca (es), manioca (it), maniok (de)

 

                           

                                        (Plantação de mandioca)

 

 

Manihot esculenta

        O gênero Manihot é formado por 11 espécies, nativa das Américas. A principal delas é a Manihot esculenta Cranz. A mandioca, por sua vez, é composta por diversas variedades de raízes comestíveis. Maniva é o nome dado ao caule do pé de mandioca.  E também, à planta mandioca como um todo. Além deste termo, no Brasil, emprega-se vários outros nomes, alguns deles regionais, para se referir à esta planta: aipim, macaxeira, mandioca-mansa, mandioca-doce, mandioca-brava, mandioca-amarga, maniveira, etc. Todos estes termos originam-se da língua tupi: mandioca de “mãdi’og”; aipim de “ai’pi”, macaxeira de “maka’xera”; e maniva de “mani’iwa”.

        A raiz da mandioca é uma ótima fonte energética e a sua composição química media, é a seguinte: 65% água, 25% amido (o seu composto mais importante), 3% proteína, 2% de celulose e 5% outros. Tem, portanto, uma raiz com alto teor de amido, que é usado nas indústrias alimentícia, química, metalúrgica, papeleira, têxtil, farmacêutica, plástica, em perfuração de poços de petróleo, lavanderias etc.