Cateto (Oryza sativa ssp japonica)

 

 

        O Cateto foi um dos primeiros arrozes introduzidos no Brasil, pelos lusitanos, em meados do século XVI. É uma variedade de grão curto e arredondado, da subespécie javanica, parecido com o japonês.

        Depois de cozido, o Cateto mantém-se inteiro, macio e cremoso, devido à sua quantidade maior de amido.

        Ideal para a típica culinária brasileira, como o arroz carreteiro gaúcho, arroz com galinha caipira, etc.

        Produtor: Blue Ville, Volkmann Biodinâmico

 

Cateto IAC 400 (Oryza sativa ssp japonica)

        Cultivar desenvolvido pela IAC – Instituto Agronômico de Campinas, do cruzamento entre duas linhagens norte-americanas, uma da Louisiana e outra da California. Para ser plantado nas regiões produtoras de arroz irrigado do Estado de São Paulo.

        Apresenta como dimensões médias: 5,5 mm de comprimento, 2,8 mm de largura e 2,0 de relação comprimento/largura. Na legislação brasileira, o seu grão é classificado como “médio”. Tem teor médio de amilose de 17,8% e temperatura de gelatinização baixa.

        Existem diversos arrozes chamados de “Cateto”, sendo que os mais aderentes, como o IAC 400, são os mais indicados para a culinária japonesa.

        Produtor: Ruzene